logo-apanor-(2)APANOR (NO/NE)
Notícias
Anúncios de Professores

APANOR (NO/NE)


História da APANOR

A APANOR foi fundada em 12.05.1989 em Salvador, registrada em cartório e teve seus estatutos publicados pela primeira vez no Diário Oficial do Estado da Paraíba em 24 de maio de 1989, ocasião onde se encontrava a diretoria da mesma. No mesmo ano a APANOR associou-se à Associação Brasileira de Associações de Professores de Alemão – ABRAPA, de onde, além do Goethe Institut, também recebe apoio financeiro e institucional. Nossa associação abrange os seguintes Estados: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Macapá, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe, numa área de aproximadamente 2.700.000 km2. Infelizmente nem toda essa área está “povoada” com aprendizes de alemão.

A APANOR esteve por alguns anos em um período de transição, onde não houve atuação da mesma. A partir de 2001, após a eleição de uma diretoria em dezembro de 2000, a APANOR retomou as suas atividades, realizando encontros semestrais com e para os seus sócios. O trabalho da APANOR continua sendo o de congregar os seus associados e oferecer aos professores de Alemão do Norte e Nordeste encontros que permitam uma troca de experiência e aquisição de novas informações quanto ao ensino do idioma alemão.

Uma das nossas maiores preocupações é o desenvolvimento e a mais ampla divulgação da língua nos meios de ensino. Muito tem sido feito nos últimos anos nessa área. No Nordeste o ensino da língua alemã sempre foi um desafio, em virtude de vários fatores.

Hoje em dia o ensino da língua alemã no Nordeste criou uma outra perspectiva e está em outro patamar daquele de alguns anos atrás. Vejamos os dados:

Alemão é ensinado em todos os Estados do Nordeste, embora sem dados estatísticos, sem contar com o Norte do país, onde o alemão como língua estrangeira tem crescido muito nos últimos anos. Em quase todos os estados citados existem nas universidades cursos de extensão em alemão como língua estrangeira e/ou alemão instrumental, além de um lugar também nas escolas públicas, através de programas do governo estadual e federal, o programa do governo alemão Pasch e em diversos núcleos de línguas criados e onde o alemão tem o seu papel.

Daí, reforçamos a importância de uma associação nessa parte do Brasil, que não tem uma tradição germânica, mas que mesmo assim vem se destacando no ensino da língua alemã no país.

Presidente: Edvani Lima – edvani@ccba.org.br


Vice-presidente: Tito Lívio Cruz Romão – cruzromao@terra.com.br


Primeira-secretária: Adriana Carneiro Lins – adrianacarneirolins@yahoo.comaula


Segundo-secretário: Luciane Leipnitz – Luciane.leipnitz@gmail.com


Primeiro-Tesoureiro: Michael Zierz – michael.b.zierz@gmail.com


Segundo-Tesoureiro: Magdalena Szymanska – magdalena.szysmanska.lazaro@gmail.com


Conselho Fiscal:
Rogéria Costa Pereira – rogeria_pereira@yahoo.com
Aurenice Lima – Aurenice_lima@yahoo.com.br
Wiebke Röben Xavier – Wiebke.xavier@gmail.com

klett
CV-Logo_RGB_2
idv
hueber